terça-feira, 16 de junho de 2015

Largou o emprego para cuidar das crianças? Seu salário deveria ser de R$19 mil!

Qual deveria ser o salário das mulheres que deixaram suas carreiras para se dedicar aos filhos em tempo integral? Um americano fez a conta!

Cozinhar, dar banho, lavar, passar, arrumar a casa, levar as crianças para cima e para baixo... Ser mãe em tempo integral dá, sim, um baita trabalho - e sem remuneração! Mas se fosse possível receber um salário por todas as tarefas executadas ao longo do dia para a casa e para as crianças, quanto ele valeria?


Steven, Glory e Ezra (Foto: Arquivo Pessoal)
Um americano, Steven Nelms, fez as contas e descobriu que sua mulher, Glory, que largou o emprego para cuidar do primeiro filho do casal, Ezra, deveria receber pelo menos R$19 mil por mês, o que correponde a R$228 mil ao ano.

Vendo tudo o que a esposa precisava fazer para manter o filho e a casa em ordem, Steven ficou curioso e calculou enquanto precisaria pagar para que alguém executasse esses mesmos serviços no lugar de Glory. Só a  média de salário de uma babá nos Estados Unidos, as chamadas nannies, é de US$36.600 ao ano, o equivalmente a R$113.600. Imagine agregar ainda os custos de lavanderia, cozinheiro, limpeza...


Steven publicou tudo um texto em seu blog We are all Glory, com o título "Fathers, you can’t afford a Stay-At-Home Mom", algo como "Pais, vocês não podem arcar com os custos de uma mãe que fica em casa", em tradução livre. Nele, ele explica como fez o cálculo e que sua ideia era mostrar o quanto vale realmente o trabalho das mulheres que se dispõem a largar sua carreira para se dedicar aos filhos: "Minha esposa me ama, ama o nosso filho, e ama a nossa família, então, obviamente, ela não está fazendo nenhuma dessas coisas por um salário ou até mesmo por reconhecimento. Mas certamente não faz mal saber que o salário dona-de -casa e mãe dela valeria quase o dobro minha renda real", escreveu.

Fonte: http://revistacrescer.globo.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário