terça-feira, 21 de outubro de 2014

Horário de Verão e a mudança na rotina das crianças

Saiba como driblar os efeitos do novo horário



Neste domingo (19), à 0h, começou o horário de verão nas regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste - o que signifca que o relógio foi adiantado em uma hora . Pode parecer pouco tempo, mas essa mudança pode deixar o seu filho mais preguiçoso na primeira semana. Isso porque o relógio biológico das crianças (e o seu) precisa se acostumar, trazendo uma consequência maior principalmente no momento de dormir.

Segundo Arnaldo Lichtenstein, clínico geral do Hospital das Clínicas (SP), isso acontece porque o hormônio regulador do sono, chamado melatonina, é acionado pela falta de luz. Como “escurece” mais tarde durante o horário de verão (lá pelas 20h ainda pode estar claro), essa dinâmica é alterada.

Mau humor, cansaço, falta de apetite e preguiça estão entre os sintomas comuns no período de adaptação. As crianças que já têm uma rotina mais consolidada acabam sentindo mais. No entanto, o neurologista Leonardo Ireradi, do Hospital Israelita Albert Einstein (SP), alerta: “Não se deve dormir durante o dia para compensar a noite mal dormida”, e sim, ir se acostumando aos poucos com o novo horário.

Mas há também benefícios nessa mudança, sim! Uma pesquisa realizada pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) identificou que no horário de verão pais e crianças passam mais tempo juntos (afinal, o período para se divertir ao ar livre é maior), sem contar na economia da conta de luz da sua casa.

Para driblar os efeitos do novo horário


- Não estranhe se o apetite do seu filho diminuir. Isso é normal, já que ele terá de comer uma hora mais cedo. “Vale nos primeiros dias oferecer à criança uma dieta mais leve e até priorizar os alimentos favoritos dela”, diz Hamilton Robledo, pediatra do Hospital São Camilo (SP). Depois, gradualmente, volte com a alimentação normal.

- Para que o seu filho durma a quantidade de horas diárias de que ele precisa (veja tabela por idade), um dia antes da mudança de horário, coloque-o para deitar um pouco mais cedo. Nos outros dias, faça com que o ritual para dormir comece antes do que o comum. Se a criança adormece normalmente em 30 minutos, ela pode demorar mais do que isso durante a fase de adaptação ao novo horário.

- Evite alimentos pesados e estimulantes, como refrigerante e chocolate, antes da hora de dormir. E não inicie atividades físicas neste período, para não agitar as crianças.

- Crie em casa um ambiente tranquilo. Faça uma massagem no seu filho, leia um livro, invente uma história ou coloque uma música calma. Isso vai ajudá-lo a relaxar.


Fonte: revista Crescer

Nenhum comentário:

Postar um comentário