quarta-feira, 24 de abril de 2013

Chocolate na gravidez x felicidade do bebê


Shutterstock
Pesquisa sugere que a serotonina ativada pelo doce pode ser a responsável pela sensação de felicidade na criança

Carla Conde


Durante a gestação você precisa controlar sua dieta, para a sua saúde e a do bebê. E se soubesse que o consumo de chocolate poderia garantir a felicidade do seu filho? Um estudo realizado na Universidade de Helsinki, na Finlândia, sugere que as grávidas que comem o doce durante os nove meses podem ter crianças mais felizes. Os pesquisadores acreditam que os elementos químicos encontrado no doce podem chegar à criança durante a gestação. 

A pesquisa foi realizada com 300 mulheres antes e depois do parto. Elas foram questionadas sobre seu nível de estresse e quantidade de chocolate consumida na gestação. Após seis meses, foi feito um novo teste para saber o comportamento das crianças. O resultado do estudo mostrou que as mulheres que comeram chocolate durante a gravidez têm filhos mais sorridentes, ativos, alegres e sem medo de enfrentar novas situações. 

Para Alexandre Pupo Nogueira, ginecologista do Hospital Sírio-Libanês, a serotonina ativada pelos componentes do chocolate não atravessam a placenta. “Acho difícil o bebê ser mais feliz porque a mãe comeu chocolate na gestação. O doce pode deixar a mulher mais feliz, mas não a criança que está ainda na barriga ", diz. 

Além disso, é preciso ficar atenta com a quantidade de calorias consumidas na gravidez. Segundo Carla Gonzáles Rossini, nutricionista do Hospital Santa Catarina, a grávida pode consumir no máximo 30 gramas de chocolate (1 barra pequena) por dia, se tiver uma gestação tranqüila. Mais que essa quantidade, a mulher pode comprometer a saúde do bebê por causa da gordura. Já, se a mulher tiver diabetes gestacional, ela deve evitar o doce.

Fonte: revista Crescer

Nenhum comentário:

Postar um comentário