domingo, 7 de abril de 2013

Campanha de vacinação contra gripe começa dia 15 de abril

Novidade é inclusão de mulheres no puerpério entre os grupos de risco e melhor atenção às pessoas com doenças crônicas

Crescer



A campanha de vacinação contra a gripe de 2013 acontecerá entre 15 e 26 de abril em todo o país. O objetivo da campanha é prevenir os casos mais graves e mortes decorrentes do vírus Influenza, uma das doenças mais comuns do mundo. A vacinação é realizada no início do outono, pois há um aumento significativo de casos no período do inverno. Este ano a vacina é composta por três variações do vírus Influenza, que mais circularam no hemisfério sul nos último ano (A-H1N1, A-H3N2 e B).

A grande novidade este ano é a inclusão de mulheres no puerpério, ou seja, grávidas que deram à luz há menos de 45 dias. O objetivo é imunizá-las para que evitem a contaminação de seus filhos. Gestantes e crianças de 6 meses a 2 anos continuam incluídos nos grupos de risco, e deverão se dirigir a um posto de saúde para receber a vacina.

As crianças que nunca tomaram a vacina para Influenza deverão receber duas doses – a segunda 30 dias após a primeira. As crianças que já foram vacinadas no ano passado precisam de apenas uma dose.

Outra melhoria anunciada pelo Ministério da Saúde é a melhor atenção às pessoas com doenças crônicas. Os profissionais responsáveis pela campanha fizeram uma revisão dos grupos de risco e decidiram que todas as pessoas com doença respiratória crônica, doença cardíaca crônica, doença renal crônica, doença hepática crônica e doença neurológica crônica deverão ser vacinados, além daqueles que possuem algum tipo de imunossupressão, diabetes, obesos e quem recebeu transplante. Além de receber atendimento nos postos de saúde, esse grupo deve ser encaminhado para vacinação sempre que receber atendimento em qualquer unidade da rede pública.

Essa vacina pode dar gripe?
Não. O vírus Influenza presente na vacina da gripe é inativado. Se a pessoa ficar gripada alguns dias após ser vacinada, ela provavelmente já estava infectada antes de receber a dose. Outra possibilidade é que ela tenha sido infectada por outro tipo de vírus, que resulta em quadro clínico semelhante.

Vacina na gravidez faz mal?
A resposta é não! Tanto que, após o baixo número de gestantes vacinadas na campanha de 2012, o Ministério da Saúde afirmou que entrou em contato com as sociedades de ginecologia e obstetrícia do Brasil para conscientizar os profissionais de saúde da importância da vacina durante a gravidez.

Qualquer um pode tomar essa vacina?
Todas as pessoas podem tomar a vacina, exceto aquelas que têm alergia a ovo (o alimento é usado na fabricação da vacina).

Quanto custa?
Para as pessoas que estão dentro dos grupos de risco (gestantes, crianças de 6 meses a 2 anos, pessoas com doenças crônicas, indígenas, idosos e profissionais de saúde) sim, é de graça. Para as demais, é possível tomar a vacina na rede privada. Uma dose custa cerca de R$ 90.

Fonte: Revista Crescer

Nenhum comentário:

Postar um comentário