quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Mãe cria serviço de "avós a domicílio"

Com três filhos para cuidar e sem parentes por perto que pudessem ajudá-la, australiana cria serviço que busca "nonnas" para cuidar das crianças

 (Foto: Thinkstock)
Nada melhor do que o aconchego do colo de uma avó. A segurança, o carinho e a experiência de quem já criou os próprios filhos não têm preço. Pensando nisso, Shelley Roberts, uma mãe de Melbourne, na Austrália, criou um serviço de "avós a domicílio". Trata-se de um site batizado de Nonna (de "avó", em italiano), em que mulheres mais velhas se conectam a mães que precisam de ajuda para cuidar das crianças. "As 'nonnas' têm anos de experiência criando seus próprios filhos e querem se tornar parte de sua família. Ao contrário de uma babá regular, muitas 'nonnas' estão procurando por apenas algumas horas de trabalho por dia, então, ficam felizes de buscar e levar as crianças à escola ou preparar o jantar", descreve o site.

Shelley, que é mãe de três crianças, Harry, 6 anos, Ruby, 3 e Isabel, 1, baseou-se em sua própria experiência para criar o serviço. Sem avós ou outros parentes por perto para ajudá-la no dia a dia, ela teve a ideia de começar o negócio. O serviço, que começou em maio deste ano, já conta com 15 "nonnas" cadastradas.

Para a psicóloga Renata Bento, a ideia é mais reconfortante para as mães do que para as próprias crianças. "Acredito que a presença de uma pessoa mais velha dê muito mais segurança às mulheres. É como ter uma avó por perto, o que, de certa forma, alivia as inseguranças da maternidade". Ela alerta, no entanto, que os cabelos brancos não são garantia de que essas mulheres estão aptas a cuidar das crianças. "É lógico que uma pessoa mais velha pode ter mais experiência, mas tudo depende da personalidade, da vivência e dos limites físicos. Essa 'avó' também precisa ser orientada pela mãe, da mesma forma que uma babá mais jovem", explica.

Fonte:http://revistacrescer.globo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário