terça-feira, 1 de novembro de 2016

O que comer para manter o peso durante a gravidez

Para manter o peso na gravidez, deve-se fazer uma alimentação rica em fibras, proteínas e frutas. A alimentação não precisa ter grandes restrições, mas deve manter-se saudável e com horários regulares para que o bebê receba os nutrientes regularmente e mantenha o seu desenvolvimento de forma adequada.
Assim, deve-se apostar em leites, iogurtes e queijos magros, frutas, verduras e carnes variadas, com um foco maior na qualidade da alimentação, e não nas calorias. Abaixo encontra-se uma lista de dicas para manter o peso durante a gravidez:


1. Liberdade para comer de tudo, mas com moderação
A grávida que tem mantido um ganho de peso adequado para cada etapa da gestação pode sentir-se mais livre nas escolhas alimentares, mas a qualidade da alimentação deve ser mantida. As refeições devem ser feitas a cada 3h - 3:30h, em pequenas quantidades e devem ser ricas em fibras, vitaminas e minerais.
Assim, deve-se optar por arroz integral, leite e derivados desnatados e frutas de sobremesa nas refeições principais e nos lanches. Carnes vermelhas podem fazer parte do cardápio de 2 a 3 vezes por semana, mas ainda é preciso evitar frituras e preparações muito gordurosas, além de bacon, linguiça, salame e salsicha. 


2. Comer salada antes de grandes refeições
Comer salada antes do prato principal do almoço e do jantar ajuda a diminuir a quantidade de comida ingerida e a evitar o aumento excessivo da glicemia depois da refeição. Além de ser colorida, a salada deve incluir vegetais verde escuros como a couve, pois são ricos em ácido fólico que é importante para o desenvolvimento do sistema nervoso do bebê. Também é importante lembrar que os vegetais que serão consumidos crus precisam ser muito bem lavados e higienizados, e que deve-se evitar esse tipo de salada ao comer fora de casa, pois pode estar contaminada e causar toxoplasmose.


3. Evitar o excesso de sal
Deve-se evitar o excesso de sal para que não haja retenção de líquidos e o risco de desenvolver hipertensão, o que pode levar a riscos na gravidez como a pré-eclâmpsia. Além disso, as alterações hormonais que ocorrem durante a gravidez já causam retenção de líquidos, o que torna ainda mais importante o controle do sal durante esse período. Assim, deve-se reduzir a quantidade de sal adicionada para preparar as refeições, dando preferência às ervas aromáticas como alho, salsinha e tomilho, e evitar produtos industrializados ricos em sal, como salgadinhos de pacote e comida pronta congelada. Veja os riscos e as complicações da pré-eclâmpsia.

4. Beber muitos líquidos
Durante a gravidez é ainda mais importante aumentar a ingestão de líquidos para 2,5 L por dia, especialmente de água. A água ajuda reduzir a retenção de líquidos e prevenir a prisão de ventre, além de ser importante para retirar produtos do metabolismo do bebê que devem ser eliminados. A grávida também tomar sucos naturais e chás sem açúcar, no entanto alguns chás são desaconselhados nesse período, como chá de boldo e de canela

5. O que fazer com o desejo por doces
Quando o desejo por doces vier, a primeira reação ainda deve ser evitá-lo ou enganá-lo comendo frutas, pois o açúcar vicia e cada vez fica mais difícil de resistir ao desejo. No entanto, quando a vontade por doces for irresistível, deve-se optar por cerca de 2 quadradinhos de chocolate preto e mais raramente por sobremesas doces. Também é importante lembrar que a melhor hora de comer doces é após as grandes refeições, quando se comeu bastante salada, pois isso irá diminuir o efeito do açúcar no sangue.

6. Ter lanches saudáveis à mão
Ter lanches saudáveis em casa e na bolsa é útil para quando o desejo por comida surgir ou quando se está fora de casa e o horário da refeição chegou. Em casa, é aconselhável ter iogurte desnatado, frutas variadas, bolachas sem recheio, queijos brancos como ricota e pão ou torradas integrais, enquanto na bolsa pode-se levar frutos secos, amendoins e castanhas sem adição de sal para saciar a fome enquanto uma refeição mais completa não puder ser feita.
Assim, a mulher grávida que está com o ganho de peso adequado deve manter os cuidados com a alimentação, apesar de não ter restrições severas e proibições. Uma alimentação saudável vai manter o ganho de peso controlado, dar os nutrientes necessários para um bom desenvolvimento do bebê, manter mãe e filho saudáveis e facilitar a perda de peso da mulher após a gravidez.

Fonte: tuasaude

Nenhum comentário:

Postar um comentário