segunda-feira, 1 de abril de 2013

Mais da metade das mulheres com diabetes gestacional desenvolvem diabetes no futuro, diz pesquisa


Obesidade e variações genéticas favoreceram o desenvolvimento da doença
Crescer



Mulheres que foram diagnosticadas com diabetes gestacional durante a gravidez têm maiores riscos de desenvolver diabetes tipo 2 no futuro. É o que aponta um novo estudo feito pelo Hospital Universitário de Seul, na Coréia do Sul. 
Os pesquisadores acompanharam 843 mulheres que foram diagnosticadas com diabetes gestacional entre 1996 e 2003 e descobriram que aproximadamente 13% delas desenvolveram diabetes tipo 2 dois meses após o nascimento do bebê e outras desenvolveram a doença num período de até três anos depois do parto. Os números mostram que, para este último caso de pacientes, a taxa era de 6% ao ano. 
A obesidade foi o principal fator de risco para os dois grupos de pacientes com diabetes tipo 2, mas os cientistas também encontraram variações genéticas que favoreceram o aparecimento da doença. 
De acordo com os autores do estudo, mais pesquisas precisam ser feitas para determinar exatamente os fatores ambientais para prever que tipo de mulheres irão manifestar a diabetes. Enquanto isso, o acompanhamento médico regular é fundamental: “Mulheres que tiveram diabetes gestacional precisam medir seus níveis de açúcar no sangue dois meses após o nascimento do bebê e fazer um controle anual”, sugeriu Soo Heon Kwak, um dos autores do estudo. 
Os hormônios produzidos pela placenta podem levar à resistência da ação da insulina, responsável por equilibrar o nível de açúcar no sangue, o que vai aumentando à medida que a gravidez progride. As grávidas que não conseguem produzir insulina em quantidades suficientes para vencer essa resistência desenvolvem a diabetes gestacional. 
O ginecologista e obstetra da Unifesp, Abner Lobão Neto, ressalta que uma vez que a doença se manifestou, o melhor é tomar todas as precauções. “Controle de peso, dieta, exercícios físicos e acompanhamento médico permanente são as melhores medidas para evitar ou retardar o aparecimento da doença, ou ao menos minimizar os danos caso ela venha a se desenvolver”, aconselha o obstetra. 

Fonte: revista Crescer

Um comentário:

  1. Ola , tenho um site de musicas personalizadas com o nome do Bebê:

    www.studiopersonalmusic.com

    visita la na seção Recem Nascido e ouça as amostras .

    proponho sortear 10 musicas com as suas seguidoras e em troca vc divulga meu site sempre no seu blog.

    desde ja agradecemos pela atenção

    Manoel e Lane

    www.studiopersonalmusic.com

    ResponderExcluir