domingo, 3 de março de 2013

Criança na ciclofaixa?


Sim! Veja dicas para o passeio de bike com os filhos ser ainda melhor



As famílias de grandes cidades brasileiras só têm a comemorar com o aumento dos espaços para andar de bicicleta. Porém, há uma série de cuidados a serem tomados, principalmente com a criança pequena. Embora a bicicleta hoje seja encarada como um meio de transporte, não há no Código Nacional de Trânsito itens específicos para o uso dela, muito menos sobre, por exemplo, o transporte de crianças em cadeirinhas acopladas. “O perigo é o mesmo de uma moto: o menor não terá proteção alguma no caso de uma queda”, diz Luiza de Sá Leitão, conselhereira da ONG Criança Segura. Nas ciclofaixas de lazer, o risco é outro: crianças pequenas demais pedalando entre adultos. “Ficamos muito satisfeitos com a adesão das famílias, mas acreditamos não ser adequado enquanto a criança não tiver total domínio da bicicleta. Ou seja, é preciso treinar em outros lugares, como parques”, afirma Maria Ermelina Malatesta, responsável pelo departamento de planejamento cicloviário da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), de São Paulo. Com base nisso, a idade recomendada para estar em uma grande via seria a partir dos 10 anos. 

Veja mais dicas para o passeio de bike com os filhos ser ainda melhor: 

=> A bicicleta deve ter manutenção em dia. Cheque freios, pedais, correias, pneus. 
Capacete sempre, com selo do Inmetro, confortável e ajustado (nunca apertado e nem solto), e bem afivelado no queixo. 

=> Para pedalar, somente com sapatos fechados (nunca chinelos ou sandálias) e com cadarços amarrados. 

=> Ensine regras de trânsito mínimas, como nunca andar na contramão, parar no farol vermelho e sinalizar com a mão ao virar. Para isso, a visão periférica, habilidade de olhar para os lados que começa a se desenvolver aos 4 anos e termina aos 10, precisa estar completa. 

=> A criança deve andar na frente do adulto, sempre para o lado da calçada, longe do fluxo de carros.

Fonte: revista Crescer

Nenhum comentário:

Postar um comentário