quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Guarda roupa de grávida

Todo mundo sabe que na gravidez a barriga da mulher aumenta, mas eu nunca tinha parado pra pensar muito na mudança do corpo de forma geral: a cintura que some, o busto e o quadril que ficam maiores… Logo no começo eu já estava um pouco frustrada porque apesar de não ter barriga, as roupas já não caiam mais como antes.

O que têm me ajudado muito a montar looks legais, foi ter isolado as roupas que servem do guarda-roupa comum. Tipo um armário cápsula. Especialmente no meu caso que tenho muita roupa, nem adianta abrir as portas do armário porque fico perdida e começo a pensar que “não tenho nada pra usar”. Tenho aqui no closet uma arara onde estou deixando todos os vestidos, calças e coletes dessa fase.

Minha arara é a mais barata da Leroy Merlin, custa uns R$100. Daí o Dani “reformou” fazendo um buraco com furadeira nos encaixes, pra ela ficar mais resistente.



As gavetas de shorts, saias, calças, assim como os espaços de camisas e vestidos, estão temporariamente ~fora do ar~. Não adianta ficar olhando ~a cara~ dos vestidos acinturados pra ver se eles mudam de forma, então pra evitar frustrações, nem olho pra eles! kkkk
De uma forma resumida, minha fórmula de looks é:
1. VESTIDOS
• Justos: Nunca usei porque não queria marcar a pancinha e nem faço a onda sexy, mas agora uso exatamente PARA MARCAR a barriga! hahaha Eles deixam a barriga ainda mais em destaque, alem de dar um toque moderno ao look. #liakardashian
• Listrados tipo camiseta: Esses eu também não usava antes porque eles escondem a cintura, que era (saudades cintura) meu ponto forte. São super confortáveis, escondem o bracinho gordinho e ainda dão um toque desencanado.

• Soltinhos estampados com decote alto: Eram o único tipo que eu já amava usar antes, porque fazem o estilo boho com os acessórios corretos: ficam lindos com bota em fases ~não grávidas~. Agora na versão barrigudinha, eles funcionam desde que tenham a marcação de costura mais alta ou um decote estilo império. Não pode ser um vestido com uma costura que “corta” no meio da barriga, sabe?! Com certeza vou continuar usando depois da chegada do baby.

2. COLETES LONGOS
Como o vestido justo mostra TODAS as curvas e, são muitas, o colete longo quebra a ~abundância~ do visual. Ele tira a curva do quadril que vai pra trás e pros lados e deixa apenas as curvas da frente – a barriga –  aparecendo. Gosto de usar com os vestidos justos! A ilusão de ótica é simples: as tiras retas da frente do colete alongam o corpo. Também funciona pra quem é gordinha e, no frio, casacos mais longos, abaixo da linha do quadril. Sem dúvidas vou continuar usando, pois antes já não gostava de destaque nas cadeiras. 

3. CALÇAS DE GESTAÇÃO
Nesse quesito não tem jeito, comprei duas peças específicas pra essa época, que depois não usarei mais. As calças próprias pra grávida tem um elástico na barriga que veste de forma confortável sem deixar a peça ficar caindo. Até dá pra usar o extensor por algum tempo no início, mas depois precisa ser uma peça específica pra vestir bem. Agora por exemplo, minhas calças jeans normais não passam no quadril.

4. TÊNIS
Já usava tênis antes e agora acho que v0u usar cada vez mais conforme a gravidez for evoluindo. Acho “respeitoso” com o corpo, sabe?! É confortável e pode sim ficar arrumadinho, é só prestar atenção na combinação das outras peças. Mas não é qualquer tênis, tipo esses coloridões de academia ou All Star (acho muito ~escolar~), prefiro os tênis mais neutros.

5. BOLSAS SACO
Também conhecidas como bucket bags. É uma bolsa que comporta mais coisas do que as bolsas pequenas que eu usava antes, porque desde que fiquei grávida faço questão de andar com uma necessaire com mais trecos. Sempre carrego lencinhos, gel antisséptico, remédios de dor liberados pela médica, lencinho anti oleosidade do rosto, repelente… Enfim, bando de tranqueiras que dava pra dispensar antes. O motivo pelo qual prefiro as bucket, é que elas são bolsas a tiracolo, com alça longa, então ficam mais  equilibradas na silhueta e são mais práticas do que maxi bolsas. (Na verdade eu não gosto muito de maxi bolsa, acho incômodo usar aquela bolsa enorme colada nas axilas ou pendurada no braço.)

Fonte: http://www.justlia.com.br/2016/04/guarda-roupa-de-gravda/

Nenhum comentário:

Postar um comentário