terça-feira, 29 de janeiro de 2013

É normal sentir falta da barriga depois que o bebê nasce?

Sim. Entenda por que isso acontece

Crescer



Se nas últimas semanas de gestação você não via a hora de se livrar dela, depois que o bebê nasce, é só ver uma grávida massageando a barriga para bater a saudade. “A falta não é exatamente física, mas das vantagens que a gravidez proporciona, como um lugar especial na fila do cinema ou os mimos da família”, explica a psicóloga Flávia Fernandes, da Clínica Gestarte (RJ), especialista em gravidez.

Além disso, ela conta que temos uma cicatriz emocional, digamos, que vem da infância. Ela surge quando descobrimos que o mundo, de fato, não gira ao nosso redor. E a gestação, uma vez que as atenções são voltadas a você novamente, tem o poder de regenerar tal ferida. Nada mais natural, então, do que sentir a falta dela.

Existe também outro lado: a ausência da barriga é o começo da maternidade. Ou seja, de novos desafios. E essa angústia pode ser confundida com saudade. “É uma arte ir a extremos tão distantes e voltar ao centro. Por isso, a experiência da maternidade amadurece a maioria das mulheres”, acredita Flávia.

Fonte: Revista Crescer

Nenhum comentário:

Postar um comentário